Untitled
esquerda


Leia a Última Edição!

II Série Volume 34 Número 10
Outubro 2021

E-ALERT:

menu esquerda
 
   
 
 
 
 


  1- Factores de recorrência das lesões intraepiteliais do colo do útero.

2- Duodenoscopia e colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (cpre) no diagnóstico da patologia biliar e pancreática. Experiência dos primeiros 150 exames.

3- Mefedrona, a Nova Droga de Abuso: Farmacocinética, Farmacodinâmica e Implicações Clínicas e Forenses

4- História natural da dilatação pielocalicial pré-natal.

5- Drogas antidepressivas.

6- Erisipela.

7- Abordagem terapêutica das úlceras de pressão--intervenções baseadas na evidência.

8- Traumatismo Crânio-Encefálico: Abordagem Integrada

9- Ulceras genitais causadas por infecções sexualmente transmissíveis: actualização do diagnóstico e terapêuticas, e a sua importância na pandemia do VIH.

10- Abordagem actual da gota.

11- Vasculite livedóide.

12- Cisto de Tarlov: definição, etiopatogenia, propedêutica e linhas de tratamento.

13- Tratamento antibiótico da cistite não complicada em mulheres não grávidas até à menopausa.

14- Urolitíase e cólica renal. Perspectiva terapêutica em Urologia.

15- Inversão uterina.

16- Deficiências nutricionais após cirurgia bariátrica: por que ocorrem?

17- Cálculo da idade gestacional. Métodos e problemas.

18- Carcinoma inflamatório da mama.

19- Cálculo da idade gestacional. Métodos e problemas.

20- Osteopatia estriada com esclerose craniana.

 
   

O Panorama da Investigação em Cuidados de Saúde Primários e a sua Relação com a Prática Clínica: Uma Análise Cientométrica



Introdução: Desconhece-se se a investigação publicada na área dos cuidados de saúde primários está alinhada com os problemas geridos na prática clínica. Pretendemos analisar as tendências de publicação das revistas científicas de cuidados de saúde primários no que diz respeito a problemas médicos e comparar os resultados com a prevalência dos problemas na prática, para encontrar lacunas investigacionais.
Material e Métodos: Utilizando ferramentas cienciométricas, analisámos 9956 artigos de revistas de cuidados de saúde primários indexadas à MEDLINE. Através da análise de palavras-chave, construímos um mapa de relações. Identificámos os problemas prevalentes através da revisão da literatura e de uma base de dados dos Cuidados de Saúde Primários. Comparámos as áreas de investigação com problemas ativos e motivos de consulta quanto à frequência e ranking.
Resultados: Identificámos cinco grupos de tendências de publicação: doenças cardiovasculares/condições relacionadas com estilos de vida não saudáveis; patologia mental; infeções; oncologia; e gestão em saúde. Comparando publicações com problemas clínicos, as áreas de ortopedia, endocrinologia/metabolismo, gastrenterologia/hepatologia, dermatologia, oftalmologia e sistema respiratório apresentam as maiores lacunas. Através do mapa de relações, encontrámos potenciais áreas de investigação mais concretas, como cuidados paliativos, dor crónica, insónia, burnout, osteoporose, artrose, COVID-19.
Discussão: Identificámos lacunas de investigação e de publicação em revistas de Medicina Geral e Familiar. Os resultados podem ajudar a orientar a educação médica contínua e o desenvolvimento de guidelines.
Conclusão: A distribuição das publicações em revistas de Medicina Geral e Familiar diverge da proporção dos problemas e motivos de consulta. A identificação de tendências de publicação com ferramentas cienciométricas e a sua comparação com problemas comuns pode ser uma estratégia para reconhecer lacunas de investigação.

Leia aqui o artigo completo (apenas em inglês).