Untitled
esquerda


Leia a Última Edição!

II Série Volume 34 Número 9
Setembro 2021

E-ALERT:

menu esquerda
 
   
 
 
 
 


  1- Factores de recorrência das lesões intraepiteliais do colo do útero.

2- Duodenoscopia e colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (cpre) no diagnóstico da patologia biliar e pancreática. Experiência dos primeiros 150 exames.

3- Mefedrona, a Nova Droga de Abuso: Farmacocinética, Farmacodinâmica e Implicações Clínicas e Forenses

4- História natural da dilatação pielocalicial pré-natal.

5- Drogas antidepressivas.

6- Erisipela.

7- Abordagem terapêutica das úlceras de pressão--intervenções baseadas na evidência.

8- Traumatismo Crânio-Encefálico: Abordagem Integrada

9- Ulceras genitais causadas por infecções sexualmente transmissíveis: actualização do diagnóstico e terapêuticas, e a sua importância na pandemia do VIH.

10- Abordagem actual da gota.

11- Vasculite livedóide.

12- Cisto de Tarlov: definição, etiopatogenia, propedêutica e linhas de tratamento.

13- Tratamento antibiótico da cistite não complicada em mulheres não grávidas até à menopausa.

14- Urolitíase e cólica renal. Perspectiva terapêutica em Urologia.

15- Inversão uterina.

16- Pancreatite aguda. Actualização e proposta de protocolo de abordagem.

17- Pancreatite aguda. Actualização e proposta de protocolo de abordagem.

18- Neuroanatomia funcional. Anatomia das áreas activáveis nos usuais paradigmas em ressonância magnética funcional.

19- Neuroanatomia funcional. Anatomia das áreas activáveis nos usuais paradigmas em ressonância magnética funcional.

20- Neuroanatomia funcional. Anatomia das áreas activáveis nos usuais paradigmas em ressonância magnética funcional.

 
   

Mieloma Múltiplo Não-Secretor Com Envolvimento “Patchy” da Medula Óssea e Expressão Aberrante de Citoqueratinas



O mieloma múltiplo não-secretor é uma forma rara da doença e um desafio diagnóstico. Uma mulher de 69 anos recorreu ao serviço de urgência com uma fratura patológica da clavícula direita e uma história de astenia e dorsalgia com três meses de evolução. A investigação revelou múltiplas lesões ósseas focais osteolíticas nas clavículas, costelas, crânio e coluna dorso-lombo-sagrada, sem evidência de anemia, hipercalcemia ou insuficiência renal, sem imunofixação anormal no soro ou na urina e com rácios de cadeias leves livres normais. O aspirado e biópsia de medula óssea da crista ilíaca revelou um escasso envolvimento por plasmócitos. No entanto, a biópsia de uma das lesões focais revelou uma medula hipercelular com plasmócitos fenotipicamente anormais e com uma aberrante expressão de citoqueratinas. O mieloma múltiplo não-secretor é por si só um diagnóstico raro. Contudo, a combinação de envolvimento irregular da medula e a expressão aberrante de citoqueratinas são merecedoras de atenção.

Clique aqui para aceder ao artigo completo (apenas em inglês).