Untitled
esquerda


Leia a Última Edição!

II Série Volume 33 Número 12
Dezembro 2020

E-ALERT:

menu esquerda
 
   
 
 
 
 


  1- Factores de recorrência das lesões intraepiteliais do colo do útero.

2- Duodenoscopia e colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (cpre) no diagnóstico da patologia biliar e pancreática. Experiência dos primeiros 150 exames.

3- Mefedrona, a Nova Droga de Abuso: Farmacocinética, Farmacodinâmica e Implicações Clínicas e Forenses

4- História natural da dilatação pielocalicial pré-natal.

5- Drogas antidepressivas.

6- Erisipela.

7- Abordagem terapêutica das úlceras de pressão--intervenções baseadas na evidência.

8- Traumatismo Crânio-Encefálico: Abordagem Integrada

9- Ulceras genitais causadas por infecções sexualmente transmissíveis: actualização do diagnóstico e terapêuticas, e a sua importância na pandemia do VIH.

10- Abordagem actual da gota.

11- Vasculite livedóide.

12- Cisto de Tarlov: definição, etiopatogenia, propedêutica e linhas de tratamento.

13- Tratamento antibiótico da cistite não complicada em mulheres não grávidas até à menopausa.

14- Urolitíase e cólica renal. Perspectiva terapêutica em Urologia.

15- Inversão uterina.

16- Princípios básicos em cirurgia: fios de sutura.

17- Rabdomiólise.

18- Abordagem diagnóstica das neuropatias periféricas.

19- Espondilodiscite: que etiologia?

20- Carcinoma inflamatório da mama.

 
   

Implementação de um Estudo de Efetividade da Vacina Contra a Gripe no Contexto Hospitalar em Portugal: Projeto EVA Hospital



Introdução: O projeto “Integrated Monitoring of Vaccines in Europe” pretende medir a efetividade da vacina antigripal nas hospitalizações por gripe nos adultos com mais de 65 anos. Este estudo pretende descrever a implementação do protocolo em Portugal.
Material e Métodos: Implementou-se um estudo com desenho caso-controlo teste negativo. A população-alvo foram indivíduos com idade superior a 65 anos, hospitalizados com doença respiratória aguda grave. Os doentes foram testados para gripe por reverse transverse-polimerase chain reaction. Foram considerados casos aqueles com resultado positivo; os restantes foram controlos. Os dados foram obtidos através de registo clinicos. O potencial viés de seleção foi avaliado por comparação de características demográficas e enfermarias com dados das requisições laboratoriais. A efetividade da vacina, foi estimada em 1 – odds ratio por regressão logística condicional, emparelhada para o mês de início da doença.
Resultados: A taxa de recrutamento foi de 37,8%. A maioria dos participantes (n = 368) era do sexo feminino (55,8%) e tinha idade superior a 80 anos (55,8%). Padrão similar foi verificado nos doentes elegíveis (idade superior a 80 anos: 56,8%; feminino: 56,2%). Os valores omissos foram inferiores a 2,5% em 20 variáveis e acima de 5% (máximo 11,6%) em seis variáveis. As estimativas da efetividade foram 62,1% contra AH1pdm09 (intervalo de confiança IC 95%: -28,1, 88,8); 14,9% contra A (H3) (intervalo de confiança 95%: -69,6; 57,3) e 43,6% contra B/yamagata (intervalo de confiança 95%: -66,2; 80,8).
Discussão: Dada a inexistência de uma codificação em base de dados de admissão em qualquer um dos hospitais participantes, a abordagem de identificação e casos clínicos de doença respiratória aguda grave foi a exequível. Estes resultados são válidos para a população idosa residente na área de abrangência dos dois hospitais participantes que foram internados em um hospital público com gripe grave ou sintomas de doença respiratória aguda grave.
Conclusão: Apesar da baixa taxa de participação, observámos características comparáveis entre os participantes e os doentes elegíveis. A qualidade dos dados foi elevada, e os resultados da efetividade concordantes com resultados de meta-análises e estimativas europeias. A reduzida dimensão da amostra impediu a obtenção de estimativas mais precisas.

Leia aqui o artigo completo (apenas em inglês).